NATAL DOS TEMPOS QUE O SORVETE ERA CHICABOM !






SIMBOLO DA TV TUPI QUANDO ELA FICAVA FORA DO AR

O mundo era preto e branco. Dont be cruel, é com Elvis Presly. Copacabana vazia e João Gilberto cantando "Ho-ba-la-la".


Nara, Boscoli e Litlle Richard.Carros pretos importados. Cadillac o mais extravagante, bonito e sensual carro já fabricado no mundo. De preferência conversível, tipo Eldorado Biarritz, o sedan 62 DeVille, o outro sedan Fleetwood sixty Special. Estes carros estavam em perfeito estado, até o inicio da década de 80. A Chevrolet em 69 lançou um “carrinho” fantástico: Camaro ZL1 duas portas e laterais cromadas.

 Maiôs eram bem comportados.A mulheres faziam permanentes nos cabelos.Só me lembro muito vagamente...

Bob Dilan e Mr.Tambourine man.

Coisa mais bonita é você assim...
Tijuca é o Alto da Boa Vista. Porém,sou mais o Grajaú.Afinal todas elas moravam lá.Carlos Lyra toma carona de bonde.Só andávamos nos estribos.Coisa de adulto.

Heartbreak Hotel é de 56. Eu era muito miudinho. Mas, já escutava Elvis Presley. E Rock around the clock, com Bill Halley and His Comets. Bem aí eu estava quase nascendo para o mundo. Quebrando o cinema carioca, na tijuca. Nas matinês.

 E para baratinar mais ainda minha cabeça, lá vem: E Deus criou a Mulher. Brigite Bardot a inspiradora dos meus primeiros e solitários prazeres. Copacabana continuava vazia.

Os bondes eram superlotados. A vida tinha cheiro de flamboyant. E as lotações?Vieram antes ou depois. Depois é lógico.Será? Rua Nascimento Silva 107, apto 201, Tom volta para Copacabana. E eu também estou voltando no tempo.O ano? 1954. Eu ainda era miudinho. Só se nascia depois dos 18. Antes eram só espinhas.

 Nas ruas tinha uma árvore que dava umas frutas amarelas com uma “sica” danada. Não me lembro o nome. Agora lembrei: oiti. Mais tarde eu, e mais três amigos fizemos um conjunto de rock: The Four Bad. Um deles tocava violão e cantava, o resto era o coro. Então, eu era o resto.

 Menina só usava saia. Saia abaixo da canela. As saias subiram, muito mais tarde. Sei lá quando.Mais era o maior barato.Cada coxão! E Chuck Berry ainda não foi apresentado por quê? E com vocês: (não posso ser ingrato) Jerry Lee Lewis, cantava Great Balls of Fire. Mas é na música Only You  que ele faz o solo de piano mais bonito que já ouvi na minha vida. E olha que eu já ouvi muitos solos! Casou-se com uma sobrinha. A menina era quase uma recém-nascida. A carreira dele fez água. O conservadorismo norte-americano o destruiu, algumas vezes. E ele enchia a cara de álcool.

Elvis começou a tomar um monte comprimidos. Uns para dormir, outros para ficar acordado. Isto no final. Final de uma carreira incomum. Elvis Não morreu. Desculpe o lugar comum. Perfume? Deixe-me lembrar... Fácil: Lancaster, mais popular e Bond Street, este pegava mais pesado. Era mais caro. E a gente não colocava perfume. Tomava banho de perfume.Todas as meninas eram virgens.

E como se fazia sexo? Pela ordem? Então vamos lá: com as empregadas domésticas, prostitutas, uma ou outra - mais uma ou outra mesmo! - mulher que dava mole. E qual a mulher dava mole, naquela época? E as namoradas? Não gosto nem de lembrar. Que dor!  Era uma dor mais em baixo. Eu me despedia das minhas namoradas com uma dor latejante!

Baden Powel, Edu lobo, Elis Regina. Acho que estou misturando de novo. Valeu! Faz-se um belo suco de saudade, extraído nesta centrifuga do tempo. Dá para misturar à vontade. As roupas tinham muitos botões. Eu tinha uma camisa amarela que usava no conjunto de rock que era um sucesso. Os botões eram pretos. E eram muitos. O instrumento era o violão. Quem não tocava violão, estava aprendendo. Para tocar rock no violão era necessário saber apenas, uns quatro ou seis acordes e estávamos conversados. Quem complicou muito o violão foi a bossa-nova.

Aliás, a bossa nova - apesar de ter sido a música que encheu de sons, tudo de bom da minha vida - tinha alguns sérios problemas que nunca foram resolvidos. Quando as caras tocavam todo mundo tinha que prestar atenção. E sentados. Não se dançava bossa-nova como bossa nova. Quem tentou criar uma dança específica foi um bailarino americano chamado Lennie Dale e que, também cantava. Mas não pegou. As mulheres até que começaram a ensaiar. Mas os homens se consideravam muito machões e a coreografia da dança exigia que se desse umas reboladas. Afinal eu sou de uma época que poucos homens rebolavam. É verdade!


 Mulher trabalhava preferencialmente, como professora primária. Todo primeiro emprego do homem era como bancário. O que eu posso fazer. Quer que eu minta? Aí o mundo começou a entrar em outros tempos. Vieram os Beatles e um monte de gente atrás. E acabou, hoje dando nisso. Ouçam: o funk Espanhola - porque eu ainda não tenho coragem para escrever algumas poesias contemporâneas , como as da cantora Tati Quebra Barraco. Chega de saudade. Mas, a realidade, é que sem ela não sei viver.

28 comentários:

  1. Afinal a saudade nao é o amor que fica? O que não foi bom, não deixa saudades... Fico pensando, será que o funk e a Tati Quebra Barraco vai deixar saudades assim, tal qual o blues?... Temos que viver pra ver isso!
    Um Natal chicabom pra vc Paulo!! Bjkas doces

    ResponderExcluir
  2. Oi MARLY,

    pois é acho que isso que anda por aí, não deixará, nenhuma saudade!

    Quer que eu min ta?

    Mandarei uma caixa de picolé Chicabom.

    Ambos teremos então um Natal, um Natal como antigamente!!!

    Abração carioca.

    ResponderExcluir
  3. Tati quem? Essa nem sei quem é nem quero saber . Fora isso teve algumas coisinhas que não foi do meu tempo e outras eu era pequena demais. No mais muita coisa realmente deixou saudade, mais o que é bom sempre deixa não é Paulo! Normal. Adorei esse Natal chicabom, aliás eta picolé delicioso! Um xero querido e feliz natal, pois o meu nada terá de feliz, a não ser o fato de está com saúde.

    ResponderExcluir
  4. NÁDIA,

    se está saudável,este será , creia nisso, um dos seus natais felizes e como já dizia o Mestre, tudo agora lhe sera acrescentado!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  5. Oi Paulo, primeiramente vim agradecer tua gentil visita em meu blog!
    Quanto à tua blogada eu só posso dizer: QUE DELÍCIA! Ah quanta coisa boa tinha lá antes da esquina que a gente dobrou tão rápido e nem viu. Eu era bem miudinha mesmo nessa época rsrsrs... Mas cresci ouvindo música de verdade. Cresci aprendendo respeito aos professores e aos mais velhos. Cresci saboreando picolé Chicabom de VERDADE... E todo resto que colocou. Eita coisa boa!! rsrs

    Gostei imenso da tua fala, moço? Quer que eu minta? rs
    abraços e te sigo tb!

    Lu C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi LU,

      gostei de saber que fui aprovado! (rs)

      É verdade, passa rápido como uma estrela cadente,riscando o céu das nossas juventudes e, só deixando um rastro em nossas existências,agora em pleno estagio de maturidade.

      Foi bom, é bom,continuará a ser bom igualzinho igual àquele Chicabom de VERDADE!

      Um abração carioca e um feliz tudo para você..



      Excluir
  6. Ola, Paulo!

    Que texto delicioso! É uma misturada, mas com muito sentido. Há coisas e pessoas, de quem eu nunca ouvi falar, mas gostei desse suco de saudade.

    FELIZ NATAL E BOM ANO NOVO.

    Aquele abraço de Lisboa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi luz,

      Esta misturada é igual a esse povo brasileiro, um cadinho de cores de pele,uma mistura de aquilo com aquilo outro, deste povo que continua torcendo para que vocês nossos irmãos portugueses,superem as suas atuais dificuldades e irão conseguir.

      Um feliz tudo para você luz e um abração carioca.

      Excluir
  7. Esse tal sentimento que também pode levar o nome de melancolia, faz o túnel do tempo nos remeter para uma reflexão do que realmente importa hoje em nossas vidas.
    Abraços, desejo felidades e muita saúde porque o resto a gente corre atrás.
    Niicnha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PERSEVERANÇA,

      e assim caminhamos entre túneis, uns levando-nos a reflexões realmente encantadoras, outros tão somente despertando uma sombria melancolia.

      Concordo com você.

      Enfim...

      Feliz tudo pra você Nicinha.

      Excluir
  8. Paulo , como diria Roberto Carlos , numa música antiga : " Velhos tempos .... Belos dias ... " Gostei muito do seu texto , o que não é novidade . Parabéns , meu amigo carioca . Aproveito para lhe agradecer os votos de boas festas . Um Natal abençoado e alegrias no 2014 . Beijos paulistas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MARISA GIGLIO,

      é verdade, mesmo!!!

      "Velhos tempos...Belos dias" e pensar que ainda o sorvete era
      Chicabom .

      Delicia de vida, concorda?

      Um abração carioca e feliz tudo pra você Marisa.

      Excluir
  9. Feliz Natal e Próspero Ano Novo.
    As palavras podem ser as mesmas, mas os sentimentos e a sinceridade são sempre renovados e crescentes.
    Beijo, e até 2014
    Ângela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ANGELA,

      as mesmas palavras são sempre diferentes, a grafia se mistura ao que é mais importante, exatamente como você falou, em sentimentos e sinceridades sempre diferenciadas.

      Obrigado Ângela e feliz tudo para você também, com muita saúde, saúde e ... muita saúde!

      Excluir
  10. Olá, que texto maravilhoso e bem construído.Nossa! tanto tem aí sobre a minha vida.Os tempos eram outros ,mas os sentimentos ....Texto que serve para várias leituras e muita reflexão. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  11. Olá MARLI,

    creia que sua afirmação das várias leituras e muita reflexão que nosso texto pode propiciar , foi para mim a moeda forte da recompensa por tê-lo escrito.

    Sinceramente!

    Um abração carioca e tudo de bom para você e seus familiares.

    ResponderExcluir
  12. FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!

    É sempre tempo
    De renovar
    E de viver em paz.
    Possa o Natal ser igual a um jardim
    Onde a alegria floresça em cada coração
    E a felicidade cresça e apareça
    Na vida de cada um de nós
    Por anos e anos... Amém!

    E que venha o Novo Ano!
    Um brinde à sua chegada, tim-tim!
    Com saúde e esperanças renovadas,
    Pois não existem limites
    Para nossos sonhos,
    Basta acreditar.
    FELIZ 2014!

    Sinceramente,
    São os votos do poeta
    João Maria Ludugero

    ResponderExcluir
  13. Obrigado JOÃO.

    Um feliz tudo pra você.

    Abração carioca.

    ResponderExcluir
  14. Querido, meu blog tomou proporções tão grandes que nem eu sei como, está um sucesso, por isso venho pouco por aqui, estou trabalhando demais.
    O Natal é tempo de paz, amor e esperança e eu não poderia viver esses sentimentos sem compartilhá-los com amigos como você. Feliz Natal, próspero Ano Novo e tudo de muito bom, meu amigo! Feliz 2014 meu querido e amado Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ANDREIA,

      fico satisfeito pelo merecido sucesso de seu blog e eu nunca tive dúvida esta competência.

      E vai ficar muito melhor!

      Feliz tudo pra você , muita saúde e sucesso continuado.

      Abração carioca.

      Excluir
  15. Paulo, como sempre belos e reflexivos textos, ah! a muitas coisas que nos lembram que nossa infância foi feliz. A saudades nos mostra que temos o que lembrar por que vivemos algo bom.Convido -o a ler meu conto de Natal. Desejo-lhe um Santo Natal. Grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá MARLI,

      é verdade, pois quem lembra com felicidade , é por que foi feliz.

      Vou ler sim, fique certa!

      Um feliz tudo para você e com muita saúde!

      Abração carioca.

      Excluir
  16. Olá Paulo!
    Seu texto nos trás lembranças de momentos muito legais, pelo menos na minha vida.
    Um Feliz Natal e um Ano Novo de muitas alegrias e sucesso!
    Um beijo carioca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FATIMA,

      que bom termos revividos estes momentos, concorda?

      Afinal, o que passou e deixou boas marcas em nós, marcou positivamente!

      E fico mais feliz ainda, delas poderem ser compartilhadas.

      Feliz tudo para você e muita saúde.

      Um abração carioca.

      Excluir
  17. Respostas
    1. LOURAINI,

      igualmente e um feliz tudo para você com muita saúde.

      Combinado?

      Abração carioca.

      Excluir
  18. Bom Dia!A vida muitas vezes não nos permite felicitar no Dia de Natal ou na véspera tantas pessoas que gostaríamos de dar pelo menos um olá.Quero te desejar um Feliz dia de hoje e todos os dias,que o ano que vem seus sonhos sejam concretizados.Muita Paz,saúde porque o resto a gente conquista.
    Que seu dia seja iluminado
    Se cuida

    ResponderExcluir
  19. A VIDA É UM ETERNO APRENDIZADO,

    Maristela, obrigado pela sua lembrança e generosidade.

    E desejo igualmente que você possa alcançar todos os seus objetivos .

    Um feliz tudo para você e com muita sáude, pois como disse, o resto a gente conquista.

    Abração carioca.

    ResponderExcluir