TUDO TORTO, EMARANHADO E ESCULHAMBADO.



 Para que serve a   luz  se ela nunca penetra na escuridão do nosso pâncreas  com metástase e fadado  a nos levar ao óbito iminente  ou aquela borboletinha que nos encantava nos primeiros anos dos bancos escolares e nossa professora chamava nossa atenção e elogiava as suas cores e leveza voando graciosa e singela sobre nessas cabeças e  que agora  perdeu as asas, secou toda e encontra-se espetada numa lasca de bambu e desmilinguido  abandonado do  museu da escola no qual ninguém entra .Nem mesmos os morcegos famintos da noite. O que ganhamos nós depois de tantos anos sentados nos bancos universitários lutando, criticando e nos querendo nos fazer ouvir para provar que poderíamos mudar o mundo e  assim agradecer aos céus azuis de todos os dias,  também as chuvas que molham os campos e aos pássaros que nos acordam no parapeito das nossas janelas, Queríamos agradecer aquilo tudo na certeza que iriamos crescer acumular sabedoria. Hoje, quantos de nós preferiria ter nascido morto .Afinal crescemos para destruir o semelhante, enfiarmos as mãos nos cofres públicos e nos transformarmos em milicianos ladrões e vagabundos ou quem sabe oportunistas empresários canalhas que se juntam a patifaria reinante para encher os bolsos de dinheiro e os mares com seus iates roubados do erário publico. E encheram-se e empanturraram do nosso dinheiro enquanto as favelas de papelão desabam, nos temporais  as palafitas inundam e aqueles rudimentares casebres de pau a pique se dissolvem com a primeira ventania enquanto os cortiços vivem amontoados de cracudos e maconheiros empanturrados como vodus sem rostos, sem vida e nenhuma identidade social. De que serviu você estudar obstinadamente pra ser um medico, tornar-se um advogado renomado e de valeu estudar diuturnamente para se tornar um cientista, exímio fabricante de vacinas se um governo débil mental não acredita nelas e vc fica olhando por trás com cara de babaca pensando porque não me tornei mais um ladrão neste paraíso de ladravazes que roubam até bojões e oxigênio sabendo que seu igual, outro ser humano, vai morrer sufocado.

MORAL DA HISTÓRIA: Quando o seu filho perguntar aquilo que você gostaria que ele fosse quando adulto responda: Não cresça!





 

NUNCA SE PERDE UM AMOR!

 


                                                                      

Bobagem essa coisa de dizer que perdeu um amor. Gente sem noção que na sua absoluta ausência de compreensão da temporalidade dos fatos é capaz de ficar torcendo para que venha logo o dia ontem vivido, Não dá amigo já foi vivido ontem e as folhas das árvores que teriam que cair ja secaram no chão, as águas do rio da vida que passaram agora estão já perto do mar. Não adianta ficar olhando para o céu procurando aquela nuvem avermelhada que tanto lhe encantou na madrugada ou a presença daquele pássaro lindo e atrevido que ficou pousado na sua janela durante toda a manhã de um certo dia. Voou!

Não seja insensato em chorar por um amor perdido que foi o de ontem, pare de querer que as folhas as mesmas que ontem caíram revivam a cor e o brilho, pare de procurar vestígios das águas do rio pois nenhum rio é o mesmo apesar das suas águas passarem pelo mesmo lugar e aquela nuvem avermelhada escafedeu-se , agora faz parte do infinito dos céus e o pássaro tão amigo agora encontrou em outras janelas um pousar mais confortável.

É assim um amor de ontem.


UM ÍCONE DAS TELECOMUNIÇÕES DO BRASIL.

                                                                    
  ENGENHEIRO DE TELECOMUNICAÇÕES NEY ACYR RODRIGUES DE OLIVEIRA ERA DIRETOR EXECUTIVO  DA EMBRATEL ,ESCRITOR,PROFESOR UNIVERSITÁRIO E UM DOS RESPONSÁVEIS PELA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA BRASILEIRO DAS TELECOMUNICAÇÕES E ATUALMENTE UM DOS MAIORES PESQUISADORES DA "INTERNET DAS COISAS".  NOS DEIXOU EM 18/02/2021 .

NEY ERA O MEU MELHOR AMIGO.
                                                                                                                            IN MEMORIAM


Por mais que nós os adoremos, você  não escolhe a sua mãe, muito menos seu pai e no grupamento familiar só lhe é dada a oportunidade de escolher sua esposa. Vejam o valor de um amigo! Pois, pelo amigo você opta ,faz questão de cultivar por razões subjetivas pelo reconhecimento da sua inteligência, humor, competência, altíssima e invejável capacidade criativa, sinceridade, lealdade e principalmente por sempre estar com a mão estendida nos  momentos mais difíceis como era meu relacionamento com Ney. Trabalhamos juntos na Embratel por mais de duas décadas e sempre procurei pautar minha vida profissional tendo como referencia as atitudes profissionais do meu amigo Ney. A repercussão do passamento dele está nas redes sociais e eu aqui só queria deixar registrado da forma mais humilde  e digna eu que, já perdi meu pai e a minha mãe a quem eu não escolhi e até hoje sinto e a cada minuto uma dor lancinante e profunda ao lembrar-me que eles me tornaram um homem de verdade.

Agora fico pensando na duração dessa dor que terei que conviver, afinal, fui eu quem o escolhi a amizade do Ney. Uma amizade entrelaçada de ambas as partes e que durou boa parte das nossas vidas,

Só peço a Deus que você esteja em paz Ney, pois eu aqui por baixo vou segurar essa barra.

Pelo menos tentar!


SÓ TRÊS COISAS EU QUERIA QUE VOCÊ JAMAIS ESQUECESSE.

 









Não vou pedir demais, afinal você não merece ter tantas preocupações assim, a meu respeito.
Portanto, só lembre o essencial, aquilo que poderá fazer com os pés nas costas, sem muito esforço, sem precisar ocupar-se demasiadamente, afinal, repito, não tenho o direito de alugar sua vida.
Sei que poderá cumprir este mínimo que lhe peço, em nome de sua habitual generosidade , atenção e contumaz carinho.
Portanto só lhe peço que:

1- PENSE EM MIM 24 H POR DIA.



2-POR TODA A ETERNIDADE.




3-E SÓ AS COISAS BOAS QUE ACONTECERAM,ENTRE NÓS!




Viu? 
Tenho certeza que você poderá me atender,afinal todo o resto interessa somente ao passado e soterrado pelas nossas continuadas vontades de sermos muito melhores do que já fomos.
O nome disso continua sendo: Amor!

NÃO SUJEM SEUS CORPOS.

 


                                                                                    

Nessa época estrovenga , complicada, esquisita, fora do comum; estrupício de catástrofes sociais e momentos tenebrosos de prisão existencial, todos nós - pelo ao menos os responsáveis - trancafiados em casa fugindo da peste que tomou conta do mundo, vemos corpos femininos lindos sendo aniquilados na sua estética. Engraçado é que as mulheres, e o fazem com justa razão de propósitos, investem muito dinheiro em cosméticos das mais  variadas funções e principalmente preços. Essa mulher que vive tão atenta as  - para elas - indesejáveis estrias e celulites que pra os homens em geral nem são notadas por absoluta perda de tempo do tempo que os homens dispõem de na cama, por exemplo, para terem em mãos o corpo da amada. Esse tempo sempre parece mínimo para casais que se amam.

De repente aquela mulher cuja pele causa imenso desejo de aproximação e comprova a teoria de que o amor e sexo são coisas de pele, essa mulher sai de casa e quando volta vem absolutamente manchada e pintada de tatuagens eternas que não, se consegue mais tirar e,  pois, as tentativas custam muito dinheiro. Inúteis tatuagens, algumas em locais inadmissíveis, despropositadas ,inapropriadas, inconvenientes e do ponto de vista estético de profundo mal gosto como por exemplo, tatuagem de escorpião na virilha e outros bichos. 

Além deste verdadeiro filme de terror, cobrem extensas partes das pernas e das coxas de tinta e não sabem que estão matando uma das maiores belezas da vida que encantam aos homens e os fazem esquecer das prestações, boletos e dividas em geral.

Perguntarão: E as tatuagens nos homens? Homens podem? Homens devem? Aqui peço alta máxima vênia para dizer que me preocupo com a estética, beleza e como diriam os antigos , a formosura do corpo de uma mulher, mulher que sempre e desde que compreendi a vida do ponto de vista afetivo e senti a sexualidade desabrochar em espinhas no meu rosto, eu as elegi como preferencia e cuja opção só me trás alegria a cada novo dia que vivo.

Quanto aos homens tatuados, passo a palavra para as mulheres que por eles optarem.

Faz tempo escrevi sobre a bocas das mulheres e o rostos que os acolhem, os seios e os colos que com eles se conjugam, das ancas ,coxas, nádegas e pernas e até sobre os pés tentei definir e diferenciar como obras, sejam de  que mulher for, como obras completas para o homem que venham a amá-la.

Fico muito triste sim, quando vejo atualmente passarem por mim tantas mulheres absolutamente, manchadas de tinta.

NUNCA TENTEI FALAR TÃO SERIAMENTE,


 


Todos vocês que me conhecem e alguns a mais de 8 anos que, escrevo  nestes meus vários blogues, tem a absoluta certeza de que jamais fiz proselitismo politico, religioso de opções de gêneros e quando muito, me esforcei em algumas tentativas de tornar ou colocar algum humor nos textos para torná-los mais degustáveis.

 Isso não caberá aqui !

Passei mais de um terço da minha vida mergulhado nos estudos das ciências politicas, sociais e humanas, pretendendo entender o fato pelo qual os grupamentos humanos crescem, se desenvolvem e morrem. Então vivo pedindo emprestado da sociologia, antropologia e ciências humanas  e politicas subsídios para tentar analisar e ver um palmo diante do meu nariz sobre o presente e o futuro da sociedade humana. 

Desculpe  e sem catastrofismos, no entanto essa pandemia de Covid 19 não tem nada parecida com nenhuma das pestes que nos pegaram de tempos em tempos, excetuando-se talvez a Peste negra que praticamente dizimou a Europa, uma das épocas mais  animalesca e impura da sociedade humana, na qual porcos que fediam na rua fediam tantos quanto os seres humanos. 

Se você é religioso talvez possa atribuir a castigos divinos e caso contrário deverá admitir que longe de possíveis castigos divinos a Covid19 tem demonstrado ao ser humano quanto a sua fragilidade, impotência e apontando para o fato de que riquezas sejam, as conquistadas por via honestas ou desonestamente recebem desta doença "avisos" os quais já nos acostumamos, qual seja; o vírus se é respeitado ele se acalma e se enfrentado volta a matar aos milhões em todo mundo.

Este vírus ensina que o dinheiro não é a prioridade e quanto maior a injustiça social que pulula no mundo ele , o vírus estaria disposto a colocar o ser humano no seu devido lugar de submissão. As diversas idas e vindas de mortes de milhares de pessoas nas nações mais ricas e civilizadas do mundo indicam a inteligência deste vírus que  não admite ser confrontado.

Sempre que a situação sanitária melhora e se instala por sacrifício e compreensão do seu humano que ele tem que curvar-se e submeter-se a força do Covid19 a situação quase normaliza e se  desrespeitado ele volta em ondas sucessivas de destruição e mortes eliminando e atualmente, nas classes as mais privilegiadas de milhares de seres humanos que influenciam para que a diferença entre aqueles que tem tudo e os que não tem nada, seja de uma punição exemplar.

Presidentes da republica, reis , rainhas, famosos milionários, elites de todas as partes do mundo andam morrendo feito moscas e apodrecendo sufocados nos leitos dos hospitais como se esse vírus estivem mandando um recado de que a época de ouro dos saques de ladrões inescrupulosos acabou. Desta roubalheira sem fim que tomou conta do mundo a ponto de roubarem orçamentos para respiradores e outros insumos para combater o vírus e desaparecem nos bolsos e nas cuecas de desgraçados e inescrupulosos ladravazes e que , coincidentemente, no dia seguinte estão imobilizados nas camas com o vírus sofrendo e apodrecendo como qualquer outro.

Então vou pela primeira vez afirmar perante a todos quase 10(dez) mil seguidores que me acompanham em todos os meus blogues que o Covid19 é muito mais que um vírus. Ele expressa a insatisfação incontrolável da natureza de que esta nossa sociedade na qual pais matam filhos por dinheiro, políticos roubam dinheiro de medicamentos, empresários desonestos que saqueiam com a permissão e o conluio de políticos indecorosos os cofres públicos, grupos "familiares" se transformam em casas de surubas espetaculosas como o recente noticiário tenebroso dessa pastora, alianças entre famílias para roubarem, casamentos de ocasião e planejados para ver quem vai sumir para o exterior com a dinheirama roubada na cueca ou nas calcinhas que de tornaram corriqueiro enquanto milhares de crianças não chegam ao primeiro ano de idade. Enfim este vírus mostra de que ou nós nos tornamos humanos ou seremos transformados novamente em amebas.

E quem sabe começando tudo novamente, não precisemos sacrificar mais milhões de bichinhos Visons cujas peles custam milhões para enfeitarem as mulheres ou o fato de termos como objetivos maiores adquirir mansões, iates, helicópteros e o escambau.

O vírus tem mostrado que nada disso tem nos livrado das mãos dele, não nos livra da mão forte de um vírus que na minha  opinião veio para revelar ao mundo o que um ser humano deve ser e seus novos destinos se quiser sobreviver.

Independente de qualquer vacina!


                                                     





     

OS TEMPOS DE ONTEM.

 





SIMBOLO DA TV TUPI QUANDO ELA FICAVA FORA DO AR

O mundo era preto e branco. Dont be cruel, é com Elvis Presly. Copacabana vazia e João Gilberto cantando "Ho-ba-la-la".


Nara, Boscoli e Litlle Richard.Carros pretos importados. Cadillac o mais extravagante, bonito e sensual carro já fabricado no mundo. De preferência conversível, tipo Eldorado Biarritz, o sedan 62 DeVille, o outro sedan Fleetwood sixty Special. Estes carros estavam em perfeito estado, até o inicio da década de 80. A Chevrolet em 69 lançou um “carrinho” fantástico: Camaro ZL1 duas portas e laterais cromadas.

 Maiôs eram bem comportados.A mulheres faziam permanentes nos cabelos.Só me lembro muito vagamente...

Bob Dilan e Mr.Tambourine man.

Coisa mais bonita é você assim...
Tijuca é o Alto da Boa Vista. Porém,sou mais o Grajaú.Afinal todas elas moravam lá.Carlos Lyra toma carona de bonde.Só andávamos nos estribos.Coisa de adulto.

Heartbreak Hotel é de 56. Eu era muito miudinho. Mas, já escutava Elvis Presley. E Rock around the clock, com Bill Halley and His Comets. Bem aí eu estava quase nascendo para o mundo. Quebrando o cinema carioca, na tijuca. Nas matinês.

 E para baratinar mais ainda minha cabeça, lá vem: E Deus criou a Mulher. Brigite Bardot a inspiradora dos meus primeiros e solitários prazeres. Copacabana continuava vazia.

Os bondes eram superlotados. A vida tinha cheiro de flamboyant. E as lotações?Vieram antes ou depois. Depois é lógico.Será? Rua Nascimento Silva 107, apto 201, Tom volta para Copacabana. E eu também estou voltando no tempo.O ano? 1954. Eu ainda era miudinho. Só se nascia depois dos 18. Antes eram só espinhas.

 Nas ruas tinha uma árvore que dava umas frutas amarelas com uma “sica” danada. Não me lembro o nome. Agora lembrei: oiti. Mais tarde eu, e mais três amigos fizemos um conjunto de rock: The Four Bad. Um deles tocava violão e cantava, o resto era o coro. Então, eu era o resto.

 Menina só usava saia. Saia abaixo da canela. As saias subiram, muito mais tarde. Sei lá quando.Mais era o maior barato.Cada coxão! E Chuck Berry ainda não foi apresentado por quê? E com vocês: (não posso ser ingrato) Jerry Lee Lewis, cantava Great Balls of Fire. Mas é na música Only You  que ele faz o solo de piano mais bonito que já ouvi na minha vida. E olha que eu já ouvi muitos solos! Casou-se com uma sobrinha. A menina era quase uma recém-nascida. A carreira dele fez água. O conservadorismo norte-americano o destruiu, algumas vezes. E ele enchia a cara de álcool.

Elvis começou a tomar um monte comprimidos. Uns para dormir, outros para ficar acordado. Isto no final. Final de uma carreira incomum. Elvis Não morreu. Desculpe o lugar comum. Perfume? Deixe-me lembrar... Fácil: Lancaster, mais popular e Bond Street, este pegava mais pesado. Era mais caro. E a gente não colocava perfume. Tomava banho de perfume.Todas as meninas eram virgens.

E como se fazia sexo? Pela ordem? Então vamos lá: com as empregadas domésticas, prostitutas, uma ou outra - mais uma ou outra mesmo! - mulher que dava mole. E qual a mulher dava mole, naquela época? E as namoradas? Não gosto nem de lembrar. Que dor!  Era uma dor mais em baixo. Eu me despedia das minhas namoradas com uma dor latejante!

Baden Powel, Edu lobo, Elis Regina. Acho que estou misturando de novo. Valeu! Faz-se um belo suco de saudade, extraído nesta centrifuga do tempo. Dá para misturar à vontade. As roupas tinham muitos botões. Eu tinha uma camisa amarela que usava no conjunto de rock que era um sucesso. Os botões eram pretos. E eram muitos. O instrumento era o violão. Quem não tocava violão, estava aprendendo. Para tocar rock no violão era necessário saber apenas, uns quatro ou seis acordes e estávamos conversados. Quem complicou muito o violão foi a bossa-nova.

Aliás, a bossa nova - apesar de ter sido a música que encheu de sons, tudo de bom da minha vida - tinha alguns sérios problemas que nunca foram resolvidos. Quando as caras tocavam todo mundo tinha que prestar atenção. E sentados. Não se dançava bossa-nova como bossa nova. Quem tentou criar uma dança específica foi um bailarino americano chamado Lennie Dale e que, também cantava. Mas não pegou. As mulheres até que começaram a ensaiar. Mas os homens se consideravam muito machões e a coreografia da dança exigia que se desse umas reboladas. Afinal eu sou de uma época que poucos homens rebolavam. É verdade!


 Mulher trabalhava preferencialmente, como professora primária. Todo primeiro emprego do homem era como bancário. O que eu posso fazer. Quer que eu minta? Aí o mundo começou a entrar em outros tempos. Vieram os Beatles e um monte de gente atrás. E acabou, hoje dando nisso. Ouçam: o funk Espanhola - porque eu ainda não tenho coragem para escrever algumas poesias contemporâneas , como as da cantora Tati Quebra Barraco. Chega de saudade. Mas, a realidade, é que sem ela não sei viver.

NESTE DIA, MAIS UM GRANDE PRESENTE!

                

   


Olhos abertos, coração batendo mesmo que seja funcionando a meia-bomba, respiração ofegante sempre que penso em continuar amando e pernas bambas louco para chegar perto da felicidade possivel. Esse é o dia de hoje, mais um dia acordado e podendo ver a cor do céu. Muito melhor assim do que, por mais otimista que seja pudesse estar lá dentro dele cercado de bondosos anjos e arcanjos e com a indiscutível generosidade de São Pedro dando aquelas boas -vindas indesejáveis. Menos mal. Prefiro assim e  daqui debaixo contemplá-lo. Está de bom tamanho! Feridas abertas devemos esquece-las. Não é fácil. Não mesmo. É igual a perdoar: Ninguém perdoa mas ,podemos sim, esquecer, compreender, entender e se formos humanos mesmo, tentar não julgar para não sermos julgados. Importante é a vida, os sons, a claridade, os aromas, o tocar do vento as sensações que devemos cultivar como parte integrante de nós, das nossas fantasias e principalmente, daquela incontida vontade de continuar vivo! Quer maior presente? Quer beleza mais infinita saber  que ainda não somos o húmus da terra misturado entre as raízes que seguram grandes e pequenas árvores. O valor da vida é podermos, nós mesmos segurarmos nossos troncos e aquela incontável quantidades de folhas que nos embalança. Ir tentando não quebrar nem inutilizar os galhos das nossas estruturas. O valor da vida é, finalmente pensar que podemos ainda dar frutos. E que sejam doces! Mais um dia deste presente da vida. Vamos aproveitar sendo solidários e encarando nossos semelhantes como irmãos  e jamais como adversários. Mesmo que mereçam serem vistos assim. Mas quer saber? Ninguém merece! E depois que citar meu ultimo agradecimento, não ousarei usar mais nenhuma palavra: Obrigado Deus!

SOBRE A SENSUALIDADE.


                                                                         

 A sensualidade necessita de uma qualidade extraordinária do outro que a vê de ter a capacidade sensitiva em saber incitar seus órgãos dos sentidos.Creiam isto nada tem com estramos vendo poses de mordimento de lábios, alguém querendo transmitir olhares misteriosos ,uso de roupas provocantes,nada disso torna ninguém sensual,obrigatoriamente. A verdadeira sensualidade não reside na parafernália de gestuais ou mecanismos de criação dos modos diferentes de se apresentar e sim, está dentro de cada um de nós e traduz-se em como nos sentimos intimamente e a autoconfiança é fundamental na explosão espontânea da sensualidade.Aliás não são todos os olhares que a identificam da mesma forma e sim só os que se vêm da mesma forma.
E aqui uma diferenciação entre aquilo que se propõe a ser sexy e que precisa das parafernálias decorativas e pictóricas e o emanar da sensualidade  não raro, inconsciente.Ser sexy pode embaralhar e ser confundida  com a vulgaridade, pois o nudez de corpos, um salto agulha, a boca carnuda coberta de batom cor carmim, os decotes que mostram tudo podem apenas excitar a sexualidade do querer possuir e enroscar-se nos orgasmos continuados dos prazeres da carne. A sensualidade é aquele retoque final numa obra seja qual for que a diferencia de todas as outras apesar de feitas com os mesmos materiais,formas e conteúdos. O fenômeno da sensualidade humana é absolutamente transcendente e vive de mãos dadas com a estética do ponto de vista filosófico que leva à reflexão de uma beleza sensível que é vista mais com o coração do que detectamos com os olhos. E a sensualidade não tem gênero, altura e muito menos pode ser atribuída a esta ou aquela classe de seres vivos racionais ou não.Nunca observaram a sensualidade em um animal irracional? Mirem as borboletas! Sensualidade também não deve ser confundida com feminilidade que é tão somente o modo de ser das mulheres.Outras tantas observações poderiam ser  enfatizadas ,porém sem dúvida que os dois fatores principais que se constituem em atributos inequívocos e indispensáveis para que a sensualidade humana se desprenda da materialidade e seja identificada por nós os outros é que,
sejamos absolutamente, íntimos com nós mesmos e que, nos orgulhemos de nos olhar,tocar e termos indiscutível autoconfiança de que nos amamos.Desta forma os outros olhares concordarão com os nossos eventuais e sensuais atributos.


PARECE UM PAPO CARETA.




O ser humano é uma criação divina maravilhosa e se compararmos a idade do planeta Terra com a chegada do ser humano por aqui, relacionando este espaço de tempo às 24 (vinte e quatro horas) de um dia, nós teríamos chegado no último segundo destas vinte e quatro horas e apesar de sermos os animais mais retardatários do planeta fomos aqueles que maior capacidade de desenvolvimento obtivemos graças a nossa capacidade de fazer cultura. 
Portanto. o que distingue o ser humano dos animais irracionais é a sua capacidade de fazer cultura, palavra mágica que simboliza todo o diferencial entre nós e todas as outras especies vivas.E  cultura é a capacidade única do ser humano de transformar o meio onde vive para sua melhor adaptabilidade.Se olharmos ao nosso redor veremos que tudo é parte da cultura humana exceptuando-se a natureza.Um lápis, um computador,o avião,a estação espacial,a geladeira,fogão,nossas casas entre outros são transformações materiais que o ser humano provocou no meio onde vive para sobreviver mais, melhor, e com adaptabilidade ótima.A cultura material no entanto, não é a totalidade da cultura humana pois, a cultura imaterial também foi criação humana e representa a nossa transformação de muitos traços e elementos culturais subjetivos para que possamos conviver com mais efetividade e segurança  e seriam os valores morais,éticos, religiosos e políticos. São parte integrante da cultura imaterial humana, criadas para intermediarem e fortalecerem o relacionamento social, ajudarem no Controle Social dos grupamentos, evitando-se assim uma desordem irremediável.O que se vê hoje no mundo é que este Controle Social perde força perante os grupamentos humanos pois, vivemos uma crise de lideranças em todos os  setores .O Papa Francisco é certamente, uma bela exceção que vem corroborar a regra.O descrédito dos grupamentos humanos nas lideranças atuais fortalecem para que toda sorte de injustiças e desigualdades sociais se perpetuem.Recente pesquisa da Oxfam uma organização internacional independente criada em 1942 demostrou através de pesquisa que 6 (seis) brasileiros os mais ricos do país concentram juntos a riqueza equivalente a de 100 milhões ( metade da população do país) dos mais pobres do Brasil. Esta desigualdade social gera incrível distorção na credibilidade da nação quanto ao fato de procurarmos vencer cada dia mais dificilmente nossos objetivos e vivermos com dignidade. As ideologias políticas fazem parte da cultura imaterial da sociedade assim como os sistemas econômicos os quais as nações optam, como o socialismo, capitalismo entre outros.Os regímens políticos são os democráticos , comunistas e autoritários - e aqui não podemos confundir regime político com regime econômico adotados pela nações, pois temos vários países no mundo que já optaram por uma ideologia política democrática e um regime econômico socialista que são as modernas sociais-democracias hoje existentes. No entanto,parece que este desenvolvimento precisa ser revisado pela humanidade nos seus conceitos mais essenciais como os valores da cultura imaterial de honra e dignidade.Parece um papo careta, mas quando você se queixa que não temos seguridade social, hospitais, empregos, educação,alimentação,habitação e tantas outros serviços essenciais à nossa sobrevivência, tenha a certeza de que você foi enganado, por vezes roubado e por outras tantas vezes deixou-se ser passado para trás por comodismo ou ignorância. É impossível aceitarmos que 50 milhões de nossos irmãos brasileiros não tenham água encanada em suas residencias e 100 milhões de nossa população de 220 milhões não possuem esgoto sanitário!obrigação de todos nós lutarmos pela diminuição das desigualdades e injustiças sociais, afinal merecemos ou não o pomposo titulo de Ser humano entre os demais animais irracionais viventes neste planeta?
Espero ter acendido um fósforo já que não posso iluminar o mundo como um sol.
Mas todos juntos poderemos!
Nota da redação: Foram leiloados esse mês estas ínfimas quantidades de joias roubadas pelo Governador Sergio Cabral dos cofres públicos do Estado do Rio de Janeiro.
Tem muito, mais muito mais mesmo a ser retomado. Ou alguém duvida?

MULHER: POR UMA IDENTIDADE CULTURAL PRÓPRIA

RELEITURA E RECONSIDERAÇÕES SOBRE A NOVA MULHER.



O século passado foi marcado e definitivamente, por uma revolução verdadeiramente marcante qual seja, a da emancipação feminina. 
Liberta dos grilhões e garrotes que lhe sufocavam o convívio social,profissional, econômico, e cultural a mulher pode finalmente,conquistar os espaços antes negados.
Foram sucessivas vitórias e hoje,se não estão em plenas condições de igualdade com os homens- principalmente, na questão da remuneração profissional comparada - as experiências já demonstram , no entanto, que houve uma melhoria extraordinária neste processo.
Estudos sociológicos sempre comprovaram a tese de que em toda as revoluções sociais, inicialmente os excessos são naturais e fazem parte do amadurecimento e acomodação social dos envolvidos até que se encontrem o meio termo fundamental.
Durante todo o processo de libertação social das mulheres, muitos equívocos foram cometidos, muitas radicalizações foram perpetradas, mas no geral, hoje, uma certa estabilidade volta a reinar .
Acho apenas que um ajuste necessário deveria fazer parte das reflexões nas pautas dos diversos movimentos de sustentação destas garantias sociais  femininas.
Sem dúvida, ainda falta encontrar neste processo existencial libertário uma identidade cultural própria feminina.
As conquistas alcançadas certamente não foram para que as mulheres pudessem repetir no dia-a-dia o elenco de erros e desencontros dos homens , aliás questão essa que sempre foi alvo de combativos e justos reclamos das mulheres,seja, contra o machismo explícito ou as formas outras de não reconhecimento da utilidade indiscutível do papel da mulher no lar, enfim...
Mas, temos visto no entanto, que o comportamento de um minoria de mulheres tem relegado o fato de que a liberdade conquistada deve ser preservada e não, transformada em eixo do mal para que se faça aquilo que tanto era,criticado nos homens.
Tem havido muitos excessos e a sociedade espera que a nova mulher não seja apenas livre para portar-se como um homem, antes, repito, justamente tão criticado.
É esta falta de uma identidade cultural feminina própria que me parece ainda ser o gargalho neste processo de emancipação da mulher.
A feminilidade é uma prerrogativa e não deve ser encarado como um entulho a ser descartado por esta nova mulher emergente, assim como, os hábitos menos nobres no enfoque da sexualidade, pois, afinal, o advento da pilula anticoncepcional lhes deu a liberdade de exercer livremente aquilo que os homens sempre fizeram, porém, sempre confundido liberdade com libertinagem.
Neste erro essencial não deverão incorrer a mulher,e valores como os da família e maternidade, deveriam a meu ver serem mantidos , transformados se fosse o caso, porém, nunca descartados, por esta nova geração de feminista.
Nossa sociedade precisa de equilíbrio e bom senso e isto não falta nesta nova mulher emergente, basta que se pense mais no todo e menos nas necessidades individuais.
Porém, tudo é um processo e acredito que os ajustes finos nestas questão em breve existirão.

DEPOIS DA PANDEMIA.





                                                                   
                                                                         


Não posso enganar a vocês que durante tantos anos me acompanham neste e nos meus outros blogues.Seria de uma deslealdade e falta de respeito imperdoável. E muito mais, agiria com uma abominável ingratidão, a todos vocês que me devotam elogios e criticas que sempre me ajudam a crescer.Portanto, pode ser difícil falar que, depois desta pandemia não acontecerá absolutamente nada,nada mudará e o ser humano continuará a ser uma perversa e caricatural obra inacabada de Deus. Dias desses ouvia uma liderança indígena brasileira que dizia da inacreditável falta de sensibilidade do denominado homem branco que acredita e age na vida certo de que a nascente da água é na torneira da sua casa. O faz não por ignorância ou falta de competência cultural, mas, apenas para livrar-se da responsabilidade que teria com a natureza se aceitasse que são nos mananciais que ela borbulha em nascente.E então , ao invés de comprar uma linda e caríssima torneira de onde jorrará aquele mais precioso liquido do mundo ele estaria comprometido  e obrigado  sim,a salvar nossas florestas, preservar a vida animal,jamais destruir montanhas imensas para fabricar latinhas de alumínio para a sua cerveja habitual. Este ser humano que mata um animal de algumas toneladas para lhes roubar do corpo inerte no solo, suas presas de marfim ou escraviza nações de outros pobres seres para lhes furtar o petróleo, diamantes enfim, suas riquezas naturais.
Está certa aquela liderança indígena ,pois mentindo para si mesmo que a nascente da água é na torneira da sua casa o ser humano esconde, joga para  debaixo do tapete da ética e da moral, os seus compromissos vitais e essenciais para com a sua raça, o seu semelhante , os seus irmãos. Joga assim o jogo do faz-de-contas de quem não viu, não sabe e não tem nada com isso. Ergue entre ele e o mundo um muro que, servirá para esconder do outro lado, a verdade que incomoda, a realidade que não quer ver por comodismo existencial. E criando fanfarronices filosóficas mentirosas sobre a existência vai fechando os olhos para o que lhe feriria as emoções e precisa fugir daquilo pois, a culpa seria inevitável e a culpa dói pra cacete. Portanto, depois da pandemia penso eu que nada mudará na vida humana e quando muito alguns iram ter uma vaga lembrança que perderam amigos,outros parentes e guardarão na memoria imagens nebulosas e pouco nítidas de caixões sendo colocados em cova rasa aos milhares.Mas afinal,a maioria irá sobreviver para continuar a pensar egoisticamente que, a água realmente nasce nas torneiras de suas casas. Continuará a ser muito mais cômodo pensar desta forma,  apesar de ser cínico e hipócrita além de impedir que aproveitem  a oportunidade para os seus crescimentos existenciais com  as lições dos alertas que estão recebendo.Mas, eles não estarão nem aí, pois,mesmo em plena ebulição desta situação macabra em que vivemos a preocupação de alguns continuará ser a pratica delituosa da roubalheira.Uma compulsão para muitos, genética. E desta vez roubar respiradores que dariam um pouco mais de ar para sobrevida daqueles que em fase terminal sentem faltar-lhes o oxigênio da vida antes de morrerem sufocados. Os transgressores comprarão algumas mansões,alguns iates e viverão como se não lhes fossem ser cobrados amanhã uma fatura muito alta a ser paga.Inevitavelmente!

BREVÍSSIMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE UMA LONGA HISTÓRIA DE AMOR.





Quando temos impressão de que uma longa história de amor começou dia tal, do mês tal, do ano tal e lá se vão tantos anos, estamos só nos referindo ao tempo do encontro, pois, afinal,  é diariamente que ele recomeça.E sempre agora. Esse amor longo tem gosto de amendoim que não cansamos de tirar do saquinho para comer um atrás do outro ou daqueles bombons de trufa que na volúpia do desejo engolimos vários em momentos seguidos que se perdem nos momentos daquele dia. O intervalo, isto sim ,entre o encontro e o agora é que determina a cronologia temporal de uma longa história de amor. E a proposta é viver intensamente esse intervalo. Afinal, amor para ser melhor tem que ser muito longo.Desses que sempre começam a cada nova motivação do desejo de termos a mão de quem amamos dadas às nossas . Dois então, vira um só ao sentirmos uma corrente contínua de energia maior que fica circulando entre as mãos sem dar a menor atenção a temporalidade da vida.  Sentir pele na pele é a verdadeira grandeza daquele ser único no qual nos transformamos.Essa é maneira mais sábia de cultivar o verdadeiro amor. Afinal, não são apenas as lagartas que se metamorfoseiam, nem os pássaros que voam, muito menos só o sol quem brilha pois, o amor que é verdadeiro quando muda a cada dia, estará sempre voando atrás de novas fantasias e indo buscar em cada uma delas, todas as melhores cores daqueles verdadeiras pedras de diamantes multifacetadas as quais temos que ser capazes de transformar em colares para o deixarmos pousar sobre o colo amado.Adornos merecidos.
Nada de pressa no amor, nada de urgências a serem resolvidas, jamais poderemos nos escravizar por  desejos atabalhoados e imaturos que encurtem a perenidade das nossas emoções e se tornem a razão maior da sua brevidade e na sua própria falência. Quando substituímos a longevidade pelo imediatismo no amor ele não escapa de  morrer recém - nascido e banguela. Afetividade é uma razão em si mesma e não precisa de nada para torná-la realidade, nem controle, nem sufocamentos e muito menos imposições que não permitam que amar seja um ato tão libertário, como o ato solidário das simbioses naturais realizadas entre as chuvas e a vitalidade dos solos que fazem vicejar sempre as flores dos campos, depois delas.O relógio do tempo dos amores eternos é digital e nunca precisa de corda.São autônomos, só necessitam da outra mão para tornar-se um só corpo através dos caminhos das estradas nas quais sempre voltarão a se encontrar. É um moto-continuo, hipotético só para as classes das máquinas e sempre real em cada novo dia no coração dos amores que se candidatarem a serem eternos.

QUARENTENA? FICA FRIA!


Nem tabuleiro de xadrez,nem de damas,afinal quanto mais pensado, quanto mais estratégias,e acima de tudo quando existe um jogo e não uma emoção contundente fluindo,creia vai tudo pro brejo!
Amar é você fazer de uma cachoeira um delicioso tobogã,livre e extenso momento de liberdade e lançar-se sem medo nem pudor,como se aquela fosse a sua última e grande chance de acabar com os grilhões do dia-a -dia massacrante,insosso,sempre tão cheio de compromissos e deveres.
Quarentena crucial!
Poxa, tantos compromissos e deveres, que saco!
No amor não cabem os tais planejamentos estratégicos de cenários futuros, conduta e linguajar tipico de gestores e empresários que vivem correndo atrás do dinheiro, dinheiro, dinheiro...
O coração sabe e sente o que é amor puro e verdadeiro e o que é ganho de capital.
Sabe que amor o agasalha , o acaricia,o trata com a delicadeza da mansidão dos mares de águas profundas,já a paranoia de querer ter sempre mais e melhores bens materiais,jorra tanta adrenalina dentro dele que vem as arritmias,os cansaços e não raro os ingratos e fatais infartos agudos e fulminantes.
Quarentena insólita!
Sabem quais são as duas maiores desgraças que pairam sobre a felicidade humana nos últimos tempos?
São os terrorismos de fundamentalistas de qualquer natureza e um outro tipo de terrorismo que os politicamente corretos deram o nome de :DR -Discutir a relação.
Pai, bondoso Pai não pare de perdoar-lhes , pois continuam a não saberem o que fazem!
São horas insones, dias consecutivos daquela mesma ladainha,semanas e meses jogados fora, numa competição tipo: Eu é que tenho razão!
Quarentena das dissenções.
Quem ama só tem uma razão que é fazer o outro sempre o mais feliz possível do que ele próprio, está sendo.
O verdadeiro sentimento do amor não suporta cartas marcadas e muito menos vitorias sobre o oponente.
Aqui entre nós, oponente é adversário e quem pensa que ama um ser que lhe é adversário, creia que sua higidez psíquica já é uma curva fora do ponto.
Existe tratamento.Procure!
Quarentena sufoca!
E enquanto isso,solte-se na cachoeira,vai de cabeça,e sempre recordando na trajetória aquela frase muito usada em brincadeiras de criança: Do chão eu não passo.
Então é muito melhor ter um céu abaixo do seus pés do que ficar olhando para as estrelas lá de cima pensando qual será a próxima estratégia que será usada no jogo da competição afetiva.
Quando isto acontece, tenha absoluta certeza de que você está começando a descer do alto devagar e depois de tanto chorar.
Repare que se você está aqui,quer estar ali, isto era chamado antigamente de vagotonia, atualmente: Depressão.
Mas, seja lá o que for, quer um conselho?
Espera passar essa quarentena que eu vou te dar uns prolongados amassos.
Quer que eu minta?

QUERIDAS UTOPIAS.




Adeus queridas utopias e dos meus sonhos jamais realizados de uma sociedade justa que nunca consegui ver e muito menos,a felicidade que jamais reinou entre os meus semelhantes.Utopias que foram os sonhos do filósofo grego Platão materializado na obra A República.Severo critico dos valores e princípios éticos e morais da sua época e lutou por uma coletivização plenamente harmônica e fraterna. Depois de Platão bateu a porta dos ideários utópicos da humanidade Karl Marx,pensador politico enfezadinho e que abominou até a morte o modo de produção capitalista individualizado e gerador de enormes injustiças e desigualdades sociais. Sugeria, então, como antidoto a coletivização dos meios de produção, forma de estabelecer um igualitarismo pleno entre nós.Finalmente, outro destrambelhado sonhador, verdadeiro careta idealista que foi Jean-Jacques Rousseau apontando para o mundo na sua obra imortal, O Contrato Social os caminhos da igualdade  fraternidade e liberdade que até hoje ficamos a ver navios e apenas sonhando sonhos que nunca se concretizaram.Neste desagradável seculo XXI  e seus espetaculares rompantes propiciados por verdadeiros sociopatas que passaram a ocupar a lideranças politicas mundial a maioria com cara de loucos , gestos de loucos e ações enlouquecidas , nos obrigando a tirar as crianças da sala quando aparecem nas emissoras de televisão com seus infelizes pronunciamento igualmente tresloucados.Verdadeiros momentos pornográficos de politicagens explicitas e insanidade absoluta, uns mais loiros e cabelos de espiga de milho outros, mais moreninhos estranhamente agitados e pregando que a Terra é plana. Deu! Minhas queridas utopias,adeus. Prometo meu recolhimento estratégico ao qual devem se submeter os perdedores ao ocaso, único lugar de quem sempre acreditou que o ser humano pudesse ter dado em coisa melhor que até agora não demostrou.E foi por acreditar nas minhas queridas utopias que o sofrimento é agora muito maior vendo triunfar as iniquidades,os absolutistas contemporâneos e seus reinados de ódio e desumanidade, cópias e mal acabadas de porcos-espinhos eriçados prontos para as espetadelas finais. Lideranças intelectualmente perdidas, moralmente obscuras e politicamente ensandecidos sempre à procura do nada absoluto.Adeus minhas queridas utopias, mas sem antes deixar de confessar que nesta tormenta de patifarias reinantes fui sem duvida nenhuma o patife maior quando acreditei que poderíamos conviver diferente e chegar até mesmo  a acreditar que o nosso semelhante mereceria mais respeito, solidariedade e amor. Pena que o amor não tenha sido tudo, a solidariedade tenha escorrido para os ralos do egoismo e o respeito tenha sido trocado pelas possibilidades das chances ocasionais das conveniências pouco recomendáveis , sem pedir nenhuma licença às futuras gerações.
Desculpem!


DOBRADINHA FINAL EM DOIS CAPÍTULOS SOBRE OS AMANHECERES.

                                                      
                                                     

                                                                      FINAL

NA REALIDADE É COMO SE COMEÇÁSSEMOS AQUI O PRIMEIRO CAPÍTULO DA SÉRIE DOS AMANHECERES,POIS É NESTA DOBRADINHA FINAL QUE CONVIDAREMOS A PESTE QUE ATENDE PELO NOME DE CORONAVÍRUS PARA COLOCARMOS AS COISAS EM PRATO LIMPO E PASSARMOS O DEVIDO GEL DE ÁLCOOL NAS MÃOS DAS NOSSAS  CONSCIÊNCIAS. E ENTÃO, LEMBRAREMOS AQUELE HIPOTÉTICO DIÁLOGO ENTRE DEUS E OS HOMENS, NO QUAL OS ÚLTIMOS REIVINDICAVAM JUNTO A DEUS PODEREM CRIAR,TAMBÉM, TRANSFORMAR A NATUREZA, DISTRIBUIR PELA FACE DA TERRA OS SERES HUMANOS DE ETNIAS DIVERSIFICADAS  E  IDIOMAS PARTICULARIZADOS  PARA QUE NÃO FOSSE REPETIDO UMA NOVA E ININTELIGÍVEL TORRE DE BABEL CONTEMPORÂNEA! ALÉM DISSO QUERIAM OS HOMENS INVENTAREM AS MÁQUINAS PERFEITAS, DOMINAREM AS CIÊNCIAS, SE TORNAREM RICOS,MUITO RICOS CATEGORIA QUE PASSARAM A DENOMINAR DE MILIONÁRIOS E VIVEREM AS VIDAS FÁCEIS EM ABASTADOS AMANHECERES. AO OUVIR DEUS COÇOU A CABEÇA E PENSOU. ALGUM TEMPO DEPOIS,FINALMENTE RESPONDEU:
-" ESTÁ CERTO, MAS ESTEJAM CONVENCIDOS DESDE AGORA QUE EM TODAS AS CRIAÇÕES HUMANAS EU IREI COLOCAR UM VÍRUS DA MINHA INSATISFAÇÃO  E DISCORDÂNCIA, SEMPRE QUE ACHAR ARROGANTES E DESUMANAS AS SUAS  PRETENSÕES E ATITUDES QUE POSSAM DISSEMINAR PELA TERRA A INJUSTIÇA E A DESIGUALDADES SOCIAIS E SEMPRE QUE EU NOTAR QUE ESTEJAM OLHANDO SOMENTE PARA OS SEUS PRÓPRIOS UMBIGOS DE FORMA EGOÍSTA, DESRESPEITANDO SEUS IRMÃOS,ALIJANDO DO PROCESSO PRODUTIVO MILHÕES DE OUTROS SERES HUMANOS E DIVIDINDO O MUNDO EM PARTES INCONCEBÍVEIS ENTRE AQUELES QUE TEM TUDO E AQUELES OUTROS QUE NÃO TEM NADA".
NA VERDADE OS SERES HUMANOS TEM DESCUMPRIDO TUDO  O QUE DEUS PERMITIU,TRANSFORMANDO EM UMA LATRINA SOCIAL E FÉTIDA A VIDA DA MAIORIA ABSOLUTA DOS SERES HUMANOS PARA A SATISFAÇÃO ÚNICA DE UMA MINORIA QUE ENTOPE DESNECESSARIAMENTE SUAS CONTAS BANCÁRIAS QUE COMPRAM OS SUPÉRFLUOS DOS SUPÉRFLUOS, JOIAS POR QUILOS E OUTROS BENS MATERIAIS - ALGUNS USURPADOS NA MÃO-GRANDE DE FORMA CRIMINOSA DE TERCEIROS- SEMPRE OLHANDO PARA O LADO E DEMONSTRANDO ASCO E DESPREZO POR CRIANÇAS FAMINTAS QUE LHES ESTENDEM A MÃOS, RETRATO DESGRAÇADO DA FOME ENDÊMICA  QUE CAUSARAM!
TEMOS AGORA O MAIS DEMOCRÁTICO ACERTO DE CONTAS ENTRE TODOS E SEM EXCEÇÃO. RESTA SABER E OUVIR OS QUE QUE ATÉ AGORA ROUBARAM ATÉ DINHEIRO DA MERENDA ESCOLAR, SE JÁ RESERVARAM NAS VALAS COMUNS DOS SEUS ENTERROS ALGUM LUGARZINHO ESPECIAL PARA ABRAÇADOS AOS SEUS BENS MATERIAIS E  AS SUAS FORTUNAS LEVAREM CONSIGO A  PROVA DO CRIME.
O CORONAVÍRUS ESTÁ POR AÍ , PROVA DE QUE DEUS NÃO É BOM NEM É MAU, ELE É JUSTO!