O SEU É MUITO MAIS BONITO!




Não me obrigue a ser tão verdadeiro com você, afinal essa é a melhor mentira que estou vivendo.

A mentira de acreditar que a faço feliz pois, tenho sim, plena consciência de que sou apenas um amor suportável, destes que dá para ir levando , mas sem nenhuma grande atração neste palco dos sentimentos humanos.

Palco ou picadeiro de circo mambembe de palhaço com roupas muito escrachadas e cara mal pintada que espanta as crianças?

Sei não!

Pensa bem,não pode ser verdade este meu amor que nunca renuncia ou se desapega, de egocentrismos enraizados e socados para dentro da alma anos seguidos,verdadeira escola do eu-sozinho, como sempre me acostumei ser.

Foram poucos os livros de ficção e romances eternos os quais eu li, sempre mais preocupado com o imediatismo de ganhos  nesta incrível ciranda catastrófica do acumular bens e dinheiro,moedas de troca de uma realidade sofrida nestes escambos da sobrevivência.

Se isto tudo, realmente está acontecendo então, é mentira, repito!

Nada fiz por merecer, e você tem todos os méritos.

Sem nenhum esforço e a mínima originalidade própria, fui levado sim ,por você ,a conquistar pontos neste jogo de nós dois, no qual você sempre me pegou pela mão, me ensinou, disse por aqui, por ali, devagar, anda mais depressa...

E quando reagia,não entendia, queria desobedecer ,lá vinha o alerta de que eu poderia ficar a pé, nesta estrada da vida.

Minhas pernas, bambeavam!

Ou será que há uma lógica pedagógica na melhor mentira que estou vivendo?

Aquela que está apontando para uma revisão de conceitos , valores empedernidos nesta minha existência sempre sobressaltada pela ameaça do incerto,a vingança do desafeto com terceiros, tentativas de endireitar o mundo esquecendo-se do meu, do nosso, enfim!

Acho que você conseguiu fazer que eu visse que deveria isto sim, era olhar primeiro, para o meu próprio umbigo.

Apesar de que, o seu é muito mais bonito.

Quer que eu minta?

38 comentários:

  1. Atendendo ao seu apelo, voltei! E vou voltar sempre, agora que aprendi o caminho.
    Seus textos falam a linguagem universal dos amantes, da procura da metade certa, dos ajustes que fazemos e dos "alertas" que recebemos quando nos desviamos, distraídos.
    Há que se manter o foco, senão...
    Difícil um homem falar de amor, você fala!
    Por essa razão, voltei e vou voltar sempre!
    Sensibilidade é uma mercadoria escassa no mercado afetivo.
    Um ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, sinta-se em casa!

      Um abração carioca.

      Excluir
  2. A impressão que tenho é que meu palco, que parecia um teatro luxuoso e pomposo está se transformando num circo de quinta... Quanto ao teu texto ... como sempre maravilhoso. Você é um homem sensível. Bjus Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÁDIA,

      essa sensibilidade é consequência direta deste carinho de vocês que gruda no coração e motiva os dedos a continuar a tirar textos do teclado.

      Bem, boas plateias para seu teatro!

      Com certeza.

      Um abração carioca.

      Excluir
  3. Mentira e mentiras...e assim cada um algum dia disse a sua para alguém, seja ela para se livrar de um chato (a) ou apenas para conquistar ou apenas para ter um pouquinho de paz...e assim são vários os motivos.
    Da minha parte não me lembro de ter pego alguém mentindo para mim, talvez omitindo algo, qual a diferença? não faz nenhuma, o fato é que mentir não se leva a nada, pois é a prorrogação do fato da dor do cho e quem sabe da alegria que poderiamos dar para alguém.
    super Paulo o texto é bem para se pensar e tirar proveito na hora de abrir a boca.
    Sensacional mais uma vez.
    Abraço fraterno
    Nicinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NICINHA,

      "Super Paulo" é ótimo!

      O que as amigas não fazem por nós, obrigado.

      Um abração carioca.

      Excluir
  4. correção "cho" quiz dizer choro, rsss obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Nicinha,

      agora você chorou, inteira, sem "Cho" somente.

      Fique com Deus!

      Abração carioca.

      Excluir
  5. Adorei conhecer seu espaço!
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LUCIMARA,

      meu espaço , agora NOSSO!

      Combinado?

      Vou conhecer seu blog.

      Um abração carioca.

      Excluir
  6. A pergunta poderia ser quer uma verdade incômoda ou uma mentira reconfortante?
    Um bom dia para você

    ResponderExcluir
  7. SONIA,

    bom dia!

    E entre verdade incomoda e mentira reconfortante, lá vamos nós nesta saga obstinada pela procura desta tal da felicidade.

    Felicidade que, por vezes, é uma ilha e geralmente, cercada de improbabilidades por todos os lados.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  8. Pois é, Paulo...o amor é um bichinho estranho, mesmo.
    Seu texto me deixou pensativa...me vi como esse tipo de pessoa que conduz o outro e faz com que ele olhe para o seu próprio umbigo. E isso geralmente depõe contra quem faz isso, porque como bem disse, quando a pessoa solicita algo ainda soa como se estivesse errada.
    Dessa vez não sou o personagem que descreveu em primeira pessoa...dessa vez, eu sou ela. Geralmente quem paga um preço alto por mentiras sinceras.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. BIA,

    concordo com você , geralmente sim, são elas que pagam pelas tais mentiras sinceras.

    Sem dúvida!

    Agora Bia, pensa bem, que mundo chatíssimo seria esse se não estivessemos aqui conversando, analisando,ponderando, enfim, falando sobre o amor.

    Afinal, eu não conheço nada melhor!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  10. Paulo ,

    Mentiras sinceras me interessam, ah me interessam.
    O amor tem dessas coisas, falamos com a boca e desvendamos com os olhos.

    Ninguem nunca escreveu nada pra voce? Pois eu estarei escrevendo(aguarde)e não precisa ir para Dubai, basta voce gostar e eu ficarei feliz.

    Quanto ir para Piaui, se pudesse iria com você, minhas raízes estão , mas precisamente em Parnaíba. Acho que é por isso que tenho essa herança quente no sangue.

    Voce é um amor.

    me aguarde

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Bandys,

    a boca só expressa,mas realmente são os olhos que fazem explodir centelhas por dentro e agitando a alma!

    Somos todos iguais em esperanças e possibilidades, faz parte,faz sentido e quando não faz, pelo menos, valeu ter acreditado.

    Sempre vale!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  12. A mentira sincera é a ilusão que se instala com o nosso consentimento? Tem horas de ser bom, né? Tem horas de doer... Feito a vida nunca gostar de ser uma coisa só.

    Devaneei aqui, nem sei bem o que disse.
    Beijo alagoano!

    ResponderExcluir
  13. Oi MILENE,

    e que devaneio, corretíssimo!

    Quisera que os meus tivessem essa concretude e retidão de análises, aí eu me orgulharia destes meus devaneios, também.

    Orgulhe-se!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  14. Ah Paulo, que maneira linda de dizer que vc é uma pessoa que enxerga como é o amor. O amor é assim mesmo, ele conduz pela mão, ele mostra o caminho, ele alerta do perigo, ele instaura confiança... Mas há o seu mérito, pois se deixou conduzir com confiança nesse processo de direcionamentos.
    Quanto ao seu umbigo eu nao posso opinar, visto que não sei como ele é, mas mesmo que seja um pouquinho mais saliente que o dela, ainda há quem o prefira...[ou quer que eu minta?]
    Obrigada querido,pelo comentário quase poético que deixou no meu blog, me senti envaidecida por ele. Amei de core, estou sem internet por estar na casa da minha mãe, mas não poderia deixar de "roubar" a internet do vizinho pra te agradecer o carinho.
    Beijokas doces de uma goiana brasiliense.
    bom domingo.

    ResponderExcluir
  15. OI AMIGA MARLY,

    esta flor intensa do cerrado que me honra sempre com comentários que são, todas às vêzes, melhores que minhas postagens!

    Obrigado por tudo, e consigo ver o amor, a modo mio, mas será que o vejo como deveria?

    É controverso!

    Um abração carioca, MARLY.

    ResponderExcluir
  16. Ok, combinado! NOSSO espaço!
    Abraço paulista!
    Boa semana... :)

    ResponderExcluir
  17. O pequeno poema Poeta é dedicado para você.
    Eu acreditei.rsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Um texto poético e verdadeiro, simples assim...Aqui estou para te agradecer a sua visita e te seguir.

    Abraços e obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ANGEL,

      pois é a gente vai insistindo, não é?

      Um abração carioca.

      Excluir
  19. Paulo, sumiu...
    Estou comemorando hoje 2 milhões de acessos, milhões de pessoas que ajudei durante esses anos, e gostaria de agradecer a vc também. Abração mineiro: Déia

    Obs: Pra comemorar vou levar este texto pra la

    Bjão

    http://deiafargnoli.blogspot.com.br/2013/01/estamos-comemorando-2-milhoes-de-acessos.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ANDREIA,

      obrigado pela homenagem.

      Mesmo!!!

      Um abração carioca.

      Excluir
  20. Oi Paulo,

    Tudo bem? Gostei muito da sua análise lá no Navegando no Cotidiano.

    Quanto ao seu texto, indago a razão de algumas mentiras sejam tão verdadeiras.Tive oportunidade de assistir a peça “Por que os Homens Mentem? de uma adaptação do livro de Luís Fernando Veríssimo e lá por meio de vários perfis masculinos, percebe-se o porquê de mentiras tornarem-se necessárias para o convívio das relações amorosas.

    A mentira é uma forma de inteligência e talvez a mais original verdade feminina.Já percebi muitas verdades contraditórias e muitas mentiras verdadeiras. Já ouvi verdades desmentidas e mentiras bem contadas. Já vivi mentiras criadas e verdades acabadas. Já refiz mentiras com palavras certas e verdades com palavras erradas.

    No diário de Henry & June, posteriormente transformado em filme, Anaïs Nin, escritora e amante de Henry Miller, refere-se à mentira, assim: “a origem da mentira está na imagem idealizada que temos de nós mesmos e que desejamos impor aos outros”. Para ela a mentira é parte do ser, sendo interessante ou desinteressante na medida da sua necessidade.

    Beijoss.

    Lu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi LUCIMARA,

      quanto enriquecedor foi este seu comentário.

      Fico feliz em saber que pude motivar, estas motivações de análises em você.

      Um abração carioca.

      Excluir
  21. talvez esta tenha sido a sua mentira mais bonita....

    adorei.

    beijo grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SOLANGE,

      dos eucaliptos na janela e que bom ter você de volta!

      Um abração carioca.

      Excluir
  22. Olá Paulo,

    No final das contas, a mentira é apenas uma verdade mascarada. Mentiras costumam levar a um processo de desapontamento e dor, mas, cá pra nós, ainda é melhor uma mentira que consola (piedosa) do que uma verdade que fere.
    Falsear a verdade ou omitir-se também são formas de mentira, mas que se tornam justificáveis à nossa consciência.
    Seu texto é excelente. Você se posiciona muito bem e nos oferece uma leitura bem agradável.

    É um prazer estar por aqui e me transformar em sua centésima seguidora.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VERA LUCIA,

      e uma centésima amiga deste blog que muito me envaidece.

      Seu blog realmente é muitíssimo bom e desde o primeiro acesso a ele, nunca mais saí de lá.

      Mesmo!!!

      E no seu comentário, realmente sua lembrança de que a omissão é também, uma forma de mentira, foi uma excelente contribuição a análise de todos nós.

      Um abração carioca Vera Lucia.

      Excluir
  23. Retribuindo a visita no meu blog!

    Abraços ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi CRISTINY,

      seja muito bem vinda e obrigado.

      Um abração carioca.

      Excluir
  24. é sempre preferível falar a verdade...

    um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MINA CARA,

      sem dúvida nenhuma e esclareço que estes textos são, absolutamente ficcionais.

      Seu blog e muitissimo bom, estarei sempre por lá.

      Abração carioca

      Excluir
  25. Verdades, algumas muitas doem, mas, que seja sempre dita.

    Estive aqui ontem, mas nao consegui comentar, enfim, retribuindo a visita e vou ficando.

    Adorei ler tuas verdade!
    Abraços

    Bom dia !!

    ResponderExcluir